Leiden, Holanda II

De repente eis que surge um mercadinho de natal. ♥

E com ele, chocolate quente. Eu, que nem mesmo sou “chocolate people”, confesso que esse aí estava muito bom. Não melhor do que os chocolates quentes na Itália (é covardia comparar, na verdade), mas muito bom mesmo. Até o creme batido era uma delícia.

Blissed out after food state:

Aparentemente tem um museu nesse moinho; não deu tempo, fica pra próxima!

No meio da cidade há esse morrinho sob o qual se ergue uma fortificação circular, a chamada torre de Burcht:

Lá do alto dá pra ter uma vista bem bacana da cidade:

Achamos uma loja de doces interessante, com Pringles sabor pizza (nunca vi por aqui), pizza de chiclete e um iPad de chocolate.

Modestamente adquiri uma caixinha de Pocky sabor limão siciliano (tem gosto de Bis de Limão) e Reese’s peanut butter versão chocolate branco. :)

E assim acabou o nosso rolêzinho na cidade; Leiden é uma gracinha, não fica longe de Amsterdam mas tem brilho próprio. :)  Depois de tomar o café da manhã do hotel entramos no carro e pegamos a estrada novamente, destino Hannover.

Leiden, Holanda

Chegamos à noite na pequena Leiden para fazer um pit-stop no caminho pra Alemanha. Já deu pra sentir a vibe holandesa nos montinhos de bicicletas em todo canto.

O dia amanheceu cinza azulado (sem filtro):

Flores e até frutas pela rua; o inverno definitivamente ainda não apareceu esse ano.

Uma das coisas bacanas na Holanda e na Alemanha são as janelas das casas abertas para a rua, o desapego à privacidade que nos permite admirar mil badulaques decorativos em exibição nas soleiras. Irresistível espiar para dentro das salas e se encantar com o decor minimalista e rústico de inspiração escandinava.

As janelas das lojas não ficam atrás:

Essas tricoteiras? Aww. ♥

(to be continued…)

 

 

 

Throw Back Thursday: Amsterdam

Fotos do natal de 2007 que não fazem justiça a uma graça de cidade. Era dezembro em Hannover, eu já tinha me divertido o suficiente pelos mercados de natal da Alemanha (Weihnachtsmarkt) e resolvemos pegar o carro no dia 23 em direção à Holanda. Amsterdam estava há tempos na lista de lugares que eu queria visitar.

image
image

Bicycles everywhere.

image
image
image
image
image

Os indefectíveis tamancos. :D

image
image
image

Frites! ♥ E o coelho Miffy, que eu pensava ser japonês (por conta dessa vibe Hello Kitty) é na verdade holandês e se chama Nijntje.

image
image
image
image
image
image

Cristais Swarosvski e rabo de raposa: o dildo (buttplug?) mais fresco do mundo.

image
image
image

Yup, agora você já sabe onde enfiar o seu dinheiro. :D

Foram só dois dias e meio (voltamos mais cedo porque o frio estava cortante) onde coube bastante coisa: passeio de barco pelos canais, paixão pelas houseboats ancoradas às margens, dar comida para as gaivotas e galinhas d’água, visita a museus, o distrito da luz vermelha, os cafés onde é (era?) possível comprar erva, enfim, admirar as casinhas estreitas e coloridas que compõe a cidade. Preciso voltar no verão para andar de bicicleta, comer mais bolo e batata frita. :)