Into the greenery.

Hello, readers. Faz tempo, não? Mas jurei que voltava e cá estou, tentando fazer minha presença virtual renascer das cinzas, feito uma fênix tão insistente quanto preguiçosa. O post de retorno deveria ser sobre o Brasil, mas não me sinto capaz de escrever nada tão denso quanto gostaria agora (ou talvez nunca) então as impressões (ambíguas) e fotos (ruins) de maio ficam pra outro dia. Porque hoje eu só vou falar de flores – literalmente.

Dois anos depois dessa visita eu fui passear em Little Venice de novo e tentar gastar dinheiro em plantas; voltei de mãos quase vazias exceto por uma aglaonema pink e uma suculenta, mas sempre um prazer passear por aquele conservatório (que tem cheiro de floresta tropical), admirar os arranjos florais, a lojinha de produtos para jardim, o bazar de tralhas domésticas, esquentar as mãos ao redor de um latte no café e depois ir caminhar às margens do canal, curtir a fauna aquática e jantar num restaurante que faz a gente se sentir como se estivesse num barco – e como se pode ver pelas fotos, nós encerramos o expediente da casa.

A lovely day was had by all.

14 thoughts on “Into the greenery.

  1. essa última foto, puta merda, que lugar lindo.
    achei conceito a estátua usando máscara kkkk
    fotos lindas como sempre <3

  2. Aww suas fotos são sempre tão lindas Lola! Me fazem apreciar mais os detalhes da vida.

    Eu entendo. Acho que tem lugares que a gente não consegue se inspirar pra fotografar e tudo sai meio blé.

    Gente esse restaurante é muito lindo! Parece cenário de filme ♥

    1. é bem romântico, principalmente à noite. ♥ o rio até rende fotos ótimas, o problema é o medo de usar celular livremente na rua, rs.

  3. Espero que você ainda tenha pique pra escrever algo aqui e que sua viajem pro braza tenha sido pelo menos, interessante, hehe

    1. interessante sempre é, o que costuma estragar é o calor (tive sorte, o tempo estava ameno), violência e transporte público ruim.

    1. obrigada! eu tive sorte com os meus gatos (atual e passados), eles não costumam mexer nas plantas. muito raramente mastigam uma folhinha, mas não chegam a destruir nada.

  4. que bom que voltou…..estava preocupada com o sumiço….rsr…..Amoooo suas fotos e sensibilidade.

    1. eu avisei no último post que estava viajando, não tenho como atualizar direito no rio porque lá só tenho celular e 4G. :)

  5. Lolla: Desculpe-me escrever por aqui, mas não tinha como enviar-lhe uma mensagem no privado do Instagram. Eu e você estava para você no Instagram para seguir perguntando se estava tudo bem (seu perfil no privado), porque eu não seguia no Instagram, e, pedi se poderia-lhe. Nem sei como continuar o pedido de desculpas, mas acabou que eu terminei consultando-me por um problema de saúde com a Shibllothev (cartomante), e surgiu o assunto sobre minha maneira de me comunicar-me e falei sobre seu blog e como estava chat o ocorrido, e, surpresa, ela disse que lhe conhecia e me conhecia sobre mim. Desculpe por todo o mal entendido no Instagram.

  6. A estátua de máscara me fez rir… que lugares lindos, Lolla!
    Suas fotos são sensacionais, parabéns 😍

  7. Que saudaaades, vc faz MUITA falta quando fica um tempo sem postar, amo demais acompanhar seus posts e principalmente suas fotos de lugares, objetos, pessoas, momentos tão lindos, Lolla ♥
    Claro que não é sempre que estamos dispostos a aparecer, então sempre tome todo o tempo que precisar.

    Beijos,
    Livro de Memórias

Leave a Reply to Anonymous Cancel reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s