Teutonic treats

“OI MENINAS hoje eu vim mostrar os recebidos da semana kkkk” – brinks.

eu não sou uma viajante especialmente consumista (as únicas coisas que eu consumo em vastas quantidades enquanto turista são comida, 3G e sola de sapato) PORÉM uma das alegrias da alemanha é entrar numa filial da drogaria rossmann e sair carregada. acima o meu “loot” de dezembro; para fins de temática vamos focar só nas maquiagens, mas eu também comprei velas, enfeites de natal, pacotes de chá, adesivos e, é claro, comida. ♥

a rival de loop é marca própria dessa drogaria. os produtos são muito baratos e a qualidade é bastante aceitável. esse bronzer/contourer acima foi o produto mais caro e custou… 4 euros. eu não sou uma “pessoa contour”, mas a parte brilhosa serve de iluminador.

outra compra powered by cuteness: como resistir a esse estojinho de metal com estampa de flores? a marca se chama R de L Young, a versão para adolescentes da rival de loop.

base de 2.99? yup. e é boa. não é matte como a minha base de estimação, mas quebra o galho.

essa sombra (“taupe secret” da marca essence) eu comprei porque achei o padrão bonitinho, rs. e também porque é um ótima cor neutra, em maior quantidade do que vem noe stojo.

brilho labial, batom vermelho (“kiss me if you can”), óleo para lábios ressecados e esse batom líquido matte (“simply be an icon”) que é lindo mas em mim ficou super escuro. vou aproveitar a pegada gótica e usá-lo pra ir pra tanz macabre. 💀

o óleo tem flores secas dentro. 💗

alguém viu esse brilho labial e disse que parecia um absorvente interno. “from lips to labia”, disse. i just quote verbatim, without comment.

a compra mais controversa: essa máscara custou 2.99 e é melhor que qualquer máscara de grife que eu tenha experimentado. o problema é ser eficaz demais: o “false lash effect” do rótulo é pra ser levado a sério pra não correr o risco de sair por aí assim.

a parte de trás parece um corset. ♥

e se eu realmente me irritar com o aplicador que traz meio quilo de produto junto, agora tenho opções: esse kit de silicone com formatos variados para substituir.

e esse pincel? me arrependi de não ter comprado os outros (todos em tons pastel).

uma coisa que eu acho legal na alemanha é que os stands das marcas populares sempre são os mais concorridos. aqui na inglaterra existe uma certa cultura consumista baseada no “status”, e comprar maquiagem barata é visto como coisa de gente pão dura ou sem recursos financeiros. eu já sofri bullying por comprar batom na primark; a dica é pagar 25 libras num batom de grife, que na minha experiência não são melhores, costumam trazer pouco produto e acabam depois poucas semanas de uso; a única vantagem é uma embalagem bonita.

já as alemãs não querem nem saber de status, querem é economizar. 💛 nas rossmanns que eu frequentei nem mesmo existem stands da chanel/dior/clinique/etc, no máximo uma bourjois, maybelline e revlon; mas todo mundo cai matando mesmo em cima da essence. 😄

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s