October.

Outubro acabou e foi lindo. O melhor mês do ano até agora (mas com um 2016 péssimo feito esse convenhamos que a disputa não foi difícil) e esse tem sido o outono mais bonito que eu já vi por aqui. A natureza está literalmente enlouquecida, numa trip lisérgico-fluorescente com um céu azul perfeitamente azul como background. Pelo chão as pilhas de folhas amarelinhas/laranjas/vermelhas de maple são um convite diário a fazer a louca do outono e sair pulando/chutando/jogando pro alto.

Tenho feitos muitos passeios a fim de admirar a paisagem; muitas vizinhanças e villages novas, portinhas coloridas, comida. Muito halloween também. Meu primeiro ano “dando doce” e percebendo que a) as crianças são umas graças, mas a empolgação aqui realmente é vibe quarta feira de cinzas se comparada aos estados unidos e b) doce de halloween é um fracasso: chocolate, balinhas Haribo e uns pirulitos anêmicos. Foi pra isso que a gente assiste tutorial de makeup de calavera e deixa metade do salário do mês na loja de fantasia? Doce de Cosme e Damião vence. Muitas saudades de quebrar o dente mordendo um Zorro, das cocadas 100% açúcar, do Batom de chocolate genérico, velho e esbranquiçado, daquele doce de abóbora em forma de coração que eu levei anos pra aprender a gostar e das banananas MEU DEUS AS BANANADAS

Meu pico glicêmico foi lá no Everest via Aconcágua só de escrever esse parágrafo. Voltemos à programação pseudo-paleo normal, sim?

(sim. até sábado que vem. teehee.)

Outros outubros: Alê (Ucrânia) | Ana (Alemanha) | Paula (Holanda) | Taís (Irlanda)

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s