Summer Doings

30 e muitos graus ontem, a primeira noite deste ano em que precisamos usar um – OMG!! – ventilador para dormir. Eu estou mesmo na Inglaterra? Tão revolucionário sentir *calor* nesse país.

Infelizmente com o calor também vêm as moscas. Elas não são agradáveis. E assim como as moscas – porém um pouco mais agradáveis – chegam todas as pessoas correndo para a rua feito loucas, saltitando alegremente semipeladas expondo aos inclementes raios solares hectares e mais hectares de pele alvíssima depois de oito meses sem ver a luz. Uma palavra para todas as branquelas querendo “aproveitar o verão” e transformar os jardins de Londres em Saint Tropez: MELANOMA. Se cuidem. Filtro solar e nada de “bronzeamento/avermelhamento” em horas impróprias.

E eu finalmente tenho um terrário.

O terrário é um vaso que eu achei na Homesense. As plantinhas vieram da Homebase e eu acho que escolhi mal; elas são altas demais. Talvez eu troque.

Grama cortada; ele começou, o cortador de grama quebrou, o vizinho emprestou o dele e eu continuei. O do vizinho é motorizado, ou seja, eu não precisava empurar. Quando comprarmos outro, eu gostaria que também fosse movido a gasolina. ♥

Também plantei gerânios e vi os lírios florescerem.

image

Uma receita-perfeita para iced coffee. Levou um tempinho até eu acertar, modificando detalhes da receita aos poucos (infelizmente a minha não leva leite condensado, e sim creme de leite fresco e adoçante), mas é uma boa alternativa de verão à coca cola. Gelo é fundamental. ;)

Querendo muito essas botas, pacientemente esperando esgotar para não gastar o dinheiro.

Board no Pinterest sobre decoração de pequenos espaços. Adorável.

Um artigo super bacana sobre como as críticas feitas às roupas e coreografias da Madonna fedem a sexismo e preconceito de idade.

Problemas com a sua bitchface? Eis a cura. Pelo menos por uns instantes você deverá rir um bocado. :)

Notícia antiga, mas sempre lindo reler: crianças colombianas fazendo o seu próprio dicionário.

Concordo bastante com esse post a respeito de grosserias anônimas na internet.

A náite carioca nos anos 80/90. Muitos desses lugares eu só conheci pela TV ou de ouvir (muito) falar, mas a nostalgia foi a mesma daqueles que eu efetivamente frequentei.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s