Jardim Botânico, 2005

Achei essas fotos enquanto fazia backup do HD. Nada excepcional, já que saíram de uma câmera digital barata; mas vale o registro pelas lembranças de um dia longo e divertido de verão, de uma época cheia de felicidade e expectativas.

Eu ainda tenho (e uso) essa sandália. E olha que ela já era velhinha em 2005.

A famosa escultura na entrada do parque recriando em 3D o quadro A Dança, do Matisse. E aí embaixo a aléia principal dentro do jardim, com as famosas palmeiras imperiais.

Respectivo curtindo a experiência.

E fotografando formigas.

image

Resultado do trabalho:

Olá, amiguinho!

The Christ.

Os anjinhos da fonte (eu, tentando fazer fotos “artísticas” com câmera de 2MP):

Sim, eu tenho fobia de libélulas. Mas de longe elas são até bonitinhas.

Na estufa de orquídeas:

O Jardim Botânico é um programa imperdível no Rio; especialmente para quem curte natureza e uns minutinhos de paz em meio ao burburinho constante da cidade. Não é hype, não tem muitas “coisas para fazer”, os banheiros são limpinhos mas sem glamour e as opções de alimentação são limitadas, mas o ingresso é barato, a beleza é estonteante, tem pequenas trilhas, lugares bacanas para fotografar e se você for durante a semana ainda leva silêncio de brinde. :)

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s