New Year’s walk

Fui procurar uma casa de fazenda em ruínas que sempre visitava (faz uns três anos que não passo por lá) mas não encontrei. Esqueci qual era a entrada, passei por ela sem ver e segui andando. Minhas mãos congelaram quando cheguei ao cais. Vento frio vindo da praia, um cachorro cavando maniacamente a areia, fiquei lá sozinha, a baía de Rozel só pra mim, lendo o menu pintado nas paredes do Hungry Man.

image
image
image
image
image
image
image

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s